Reconhecida como especialidade médica no Brasil somente em 1980, a Homeopatia é uma área da medicina que ainda gera muitas dúvidas e incertezas por parte da população geral sobre sua real eficácia.

Apesar de ser relativamente nova, já existem diversas pesquisas comprovando que a Homeopatia funciona como uma grande aliada na promoção da saúde física, mental e emocional.

Com um sistema científico definido, princípios específicos e metodologia de pesquisa própria, a homeopatia pode ser utilizada como tratamento curativo, preventivo ou complementar em uma série de doenças e condições médicas.

Em muitos casos, o tratamento homeopático pode proporcionar benefícios superiores aos tratamentos realizados pela medicina convencional, uma vez que não gera efeitos colaterais, atua na causa-raiz do problema e procura restaurar o equilíbrio do organismo.

 

Afinal, o que é Homeopatia?

A Homeopatia é uma especialidade médica que visa tratar o paciente de maneira individualizada, buscando recuperar sua qualidade de vida na esfera física, mental e emocional.

O grande objetivo do tratamento homeopático é identificar a origem dos desequilíbrios no organismo que resultaram no aparecimento de uma enfermidade e, assim, propor o tratamento mais adequado para aquele paciente.

Na Homeopatia, a cura não é vista somente como a ausência de doenças, mas como o reequilíbrio da energia vital do paciente para que ele possa restabelecer toda sua plenitude. Por isso, a Homeopatia atua com foco no paciente e o tratamento é direcionado para a origem, de forma a diminuir ou mesmo bloquear novas ocorrências. 

Essa é a grande diferença entre Alopatia e Homeopatia, já que na primeira o tratamento é realizado com foco na doença, tendo o objetivo de suprimir os sintomas. Assim, não há um tratamento individualizado e direcionado às causas do problema, ou seja, os sintomas são suprimidos, mas a condição pode retornar.

 

Quais são os princípios da Homeopatia?

A homeopatia funciona baseada em três princípios fundamentais:

 

  • Lei dos Semelhantes

    esta lei afirma que “os semelhantes se curam pelos semelhantes”, isto é, a mesma substância que pode causar enfermidades em um ser humano saudável, também pode promover a cura de quem sofre com a mesma condição. 

  • Experimentação no homem sadio

    para obter a dose adequada da substância medicinal para promover a cura, é necessário testá-la em indivíduos sadios para avaliar quais sintomas irão refletir sua ação.

  • Doses infinitesimais

    grandes doses de uma determinada substância provocam enfermidades em nosso organismo. Por isso, o tratamento homeopático é realizado com doses em pequenas concentrações, diluídas e dinamizadas, capazes de estimular propriedades latentes e promover a cura de forma suave, indolor e duradoura.

 

Como a Homeopatia funciona?

O tratamento homeopático visa promover a estimulação do sistema imunológico do paciente para restaurar o equilíbrio vital do organismo e combater sintomas e doenças. Para isso, são utilizados medicamentos que causam sintomas parecidos com os que o paciente apresenta. Isso faz com que o corpo potencialize sua capacidade curativa e seja capaz de combatê-los por si só.

Atualmente, existem cerca de três mil medicamentos diferentes que podem ser utilizados por esta especialidade médica. Os medicamentos homeopáticos são produzidos a partir de substâncias extraídas da natureza, provenientes dos reinos:  mineral, vegetal e animal, sem qualquer tipo de composição química.

A prescrição dos medicamentos é feita de maneira individualizada, considerando as necessidades e particularidades de cada paciente. Para chegar à raiz do problema e tratá-lo de forma adequada, o médico homeopata realiza uma análise completa da vida do paciente, buscando identificar diversos elementos que resultaram no quadro atual da saúde física, mental e emocional do paciente, como:

  • hábitos de vida;
  • qualidade do sono;
  • histórico familiar;
  • reações emocionais;
  • sensações subjetivas;
  • traumas;
  • dentre outros.

 

Para quem a homeopatia é indicada?

A homeopatia funciona para tratar uma série de doenças e complicações crônicas, além de problemas de ordem emocional. Em grande parte dos casos, a homeopatia é empregada em conjunto com a medicina convencional, potencializando o tratamento e promovendo a cura de maneira mais rápida.

Dentre as condições físicas que podem ser tratadas como método principal ou coadjuvante pela homeopatia, podemos citar:

  • asma;
  • rinite;
  • sinusite;
  • amigdalite de repetição;
  • distúrbios da tireoide, etv.

Em relação aos problemas de ordem emocional e mental, a Homeopatia funciona como uma importante aliada no tratamento de:

  • ansiedade;
  • depressão;
  • insônia;
  • pânico;
  • desânimo;
  • dificuldade de concentração.

Como não possui efeitos colaterais – desde que com a orientação médica adequada – a Homeopatia pode ser indicada para pacientes de qualquer faixa etária, inclusive crianças. Nesse último caso, o tratamento homeopático ajuda a corrigir e minimizar sintomas comportamentais típicos da infância, como hiperatividade, medo, irritação, dentre outros.

No entanto, a Homeopatia tem sua maior eficácia como tratamento preventivo. Isso porque a especialidade busca alcançar o pleno equilíbrio entre corpo e mental, ajudando o paciente a viver em perfeita harmonia com sua saúde física, mental e emocional. Sem desequilíbrios no organismo, não há chance do desenvolvimento de doenças, enfermidades e complicações.

 

Quer saber mais sobre Homeopatia? Conheça o meu blog e acompanhe mais conteúdos sobre o assunto!